Eu sou do signo de Touro

Publicado: 9 de abril de 2010 em Dicas

Sou a constância, segurança, consistência em pessoa, aquele que sempre está conectado na presença e as delicias deste mundo.

Sou um autêntico terráqueo, não duvide disso. Valorizo viver bem. Gosto de preservar tudo o que é valioso, seja dinheiro, arte, natureza ou relacionamentos. Sei o que é bom e faço questão de viver bem e com o melhor. Meus sentidos funcionam ao máximo. Sou sensível as excelências da vida, para mim um luar é palpável, sinto a umidade do ar, o frescor da brisa, a luz no orvalho, a beleza da planta que cresce a cada dia, desfruto dos cheiros, texturas, meus sentidos deliciam-se com cada uma das maravilhas deste mundo generoso e belo. Absorvo o belo pelos poros, desfruto as cores e seus matizes; jogo com os timbres da voz, e faço questão de curtir as melodias e os ritmos, distingo as texturas, as compleições; cultivo o prazer de comer, de beber, de fazer amor, de satisfazer todas as minhas necessidades.

Não preciso provar nada. Não complico a minha mente. Uso o senso comum e tudo o que digo ou faço, é apoiado em fatos sólidos, em trabalho verdadeiro, em percepções apuradas. Ainda que requintado nos meus gostos sou do estilo caboclo e me comunico com poucas palavras, as suficientes para conectar o coração e os poros.

Sou calmo, prático, sensato, cuidadoso, lento no agir, mas garanto resultados. Tendo a ser conservador, fico longe da aventura, do risco.

Custa-me decidir o que fazer, mas quando decido vou fundo, o difícil é me fazer mudar. Não gosto da superficialidade em nada. Quando chego a alguma coisa, é para valer. A tradição é importante para mim, gosto do que já passou pela prova do tempo. Quando sinto consistência, maturidade, realização, embasamento, fundamento, ancoramento, fico à vontade, relaxo e meu Dom do embelezamento e de acabamento gozoso se manifesta e complementa até ancorar o proposto.

Detesto a pressa, a inquietude, a insegurança. Posso ficar num mesmo lugar por horas, principalmente quando estou no meu ninho. Gosto de comodidade e conforto em todas as minhas coisas e em todos os ambientes em que esteja.

Minha casa ideal é um exemplo do Paraíso na Terra, sala de visitas aconchegante, sala de jantar, cozinha com fogão industrial, dispensa e geladeira abastecida, belos jardins. Meu quarto é uma jóia em todos os sentidos, belo, prático, um recanto aconchegante com travesseiros macios, belos tecidos e aromas especiais. As minhas roupas são aconchegantes e de excelentes tecidos: algodão, seda, com boa queda, texturas deliciosas. Você será bem-vindo ao meu ambiente, poderá deleitar-se com meu bom gosto e recepção atenta.

A realidade é para mim poesia, arte. Sou sensível da cabeça aos pés. Gosto de me sentir ancorado, consistente, presente, conectado. Penso que as pessoas, em geral, se complicam mais do que o necessário.

Não mergulho nas coisas que não entendo. Faço um bom e demorado reconhecimento do terreno. Depois, penso dentro de mim, com calma e cuidado e vou ruminando meus pensamentos e idéias até te sentir consistência nas minhas conclusões. Sei esperar pelo momento certo, quando as coisas chegam no seu momento de maturidade e plenitude. Quando vou devagar, evito quebrar-me emocionalmente. Calma! – é meu conselho habitual.

Sempre consigo encontrar uma solução sensata para qualquer situação. Tenho muita energia, porque não a desperdiço com tolices frívolas, nem me apresso sem motivo. Sempre carrego alguma coisa de reserva na carteira ou no corpo. Raramente me permito ficar exausto, gosto de preservar energias pessoais, também recursos financeiros para a emergência.

Prefiro as coisas sólidas. Minhas posses são investimentos. Invisto sempre no que é bom, para curtir a cada contato, para que dure muitos anos; sou assim com as coisas, as amizades e o amor. A paciência me ajuda nisso. Sou sensível em relação à posse, assumo sem culpas.

Sou sensual. Meus bichos adoram que lhes faça carinho, minhas plantas também. O mesmo acontece com meus amigos e amores. Tenho um modo de tocar especial, minha voz tanto acalma como excita. Tenho a pele fina, suave, e extremamente sensível; mas não me sinto um ser humano frágil. Sou uma força de sustentação para a família e os que me rodeiam.

As pessoas em geral me acham forte e consistente para se permitirem suas crises e catarses, sou uma espécie de terapeuta natural, de porto seguro. Consigo segurar, sou receptivo, e tenho um leque de abertura bastante amplo, mas não abuse quando explodo sai de perto.

Sou um amante terno, delicado e protetor. Meu temperamento sensual me torna vulnerável ao cheiro de cangote, ao timbre da voz, a maciez da pele, ao brilho do olhar. Quiçá eu não saiba lhe falar tudo o que sinto, mas será que é preciso falar? Gosto do diálogo dos sentidos, da arte de sentir e fazer acontecer.

Sou paciente e presente, basicamente gentil e aconchegante com as pessoas que amo. Há um só caminho para eu fazer o que você queira: o “jeitinho” do amor, carinho e a beleza.

Sou do tipo prático que inspira segurança. Sou calmo, tranqüilo, procuro não entrar em pânico, mesmo quando tudo vem abaixo. Em casos de emergência resolvo primeiro, depois deixo que a emoção tome conta de mim. Demonstro amor, chegando realmente perto das pessoas, complementando-as de maneira gostosa e necessária.

O dinheiro é importante para mim, por isso quero uma conta polpuda num banco sólido e o máximo de riquezas possíveis.

Sou obstinado, firme, fiel e meus amigos podem contar comigo. Cuido do que valorizo e de quem amo.

Emocionalmente sou estável e meus sentimentos são consistentes. Minha grande provação emocional é nos momentos das separações. É difícil largar as coisas a que me apego, especialmente o ser amado. Mas com o tempo tenho aprendido que não existem separações absolutas, existem mudanças na forma de se relacionar, e no futuro tudo é possível.

Faz-me bem praticar o Desapego, aprendo a curtir aquilo que não tenho que estar conquistando a todo momento, e sim o que simplesmente está comigo, está afim de mim. O que vem a mim por vontade do destino, chega mais gostoso.

Aprendo que todo tem um tempo de vida, e que se insistirmos em prolongá-lo destruímos o que tem de belo. Se mantiver o olhar para o que se foi, não vou ver o que está chegando. Aprendo a reconhecer as mortes, realizar enterros, tirar conclusões do vivido e agradecer a passagem. Aprendo a receber o novo. Sou dono de mim, e grato com a vida.

Dizem que sou possessivo, digo que sou profundo, que valorizo o que tenho, que batalho por minhas coisas, que gosto enraizar. Que não desisto por pequenas discordâncias, discrepâncias. Que tenho resistência e paciência. Que valorizo as conquistas alcançadas. Enfim, vai ser muito difícil eu desistir de qualquer coisa, quase sempre são os outros que desistem. Mas quando desisto é definitivo.

No amor sou difícil para me entregar, mas quando abro, abro mesmo. Adoro beijar. Para desistir do meu amor só se a realidade for claramente contra. Quando magoado, sofro muito. Trocar por trocar, não é o meu estilo.

Minha parceria ideal é uma pessoa que curte a vida, sensual, segura do que quer e fiel. Ela é fascinante, apaixonante, de temperamento forte, sexo maravilha, carismática, bela e de um estilo encantador, companheira para desfrutar o bom desta vida.

Gosto de ter tempo e condições para curtir meu ser amado, amigos e família, e juntos firmar propósitos e viver em sintonia a Natureza e harmonia com a sociedade, orgulhosos de participarmos com o melhor e felizes e agradecidos com as bênçãos desta vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s